Impedância

Impedância elétrica  ou simplesmente impedância é a medida da capacidade de um circuito de resistir ao fluxo de uma determinada corrente elétrica quando se aplica certa voltagem através dos seus terminais. Em outras palavras, impedância elétrica é uma forma de medir a maneira como a eletricidade “viaja” em cada elemento químico. Todo elemento, do isopor ao titânio possui uma diferente impedância elétrica, que é determinada pelos átomos que compõem o material em questão. Obviamente, alguns materiais terão maior impedância comparada a outros, de menor impedância.

A impedância, expressa em ohms, é a razão entre a voltagem aplicada por meio de um par de terminais para o fluxo de corrente entre estes mesmos terminais. Na corrente contínua (CC em português, DC em inglês) circuito e impedância correspondem à resistência. Já na corrente alternada (CA em português, AC em inglês) a impedância é uma função da resistência, capacitância e indutância. Indutores e capacitores acumulam tensões que se opõem ao fluxo de corrente. Esta oposição, chamada reatância, deve ser combinada com a resistência para se encontrar a impedância. A reatância produzida por indutância (reatância indutiva) é proporcional à frequência da corrente alternada, enquanto que a reatância produzida pela capacitância (reatância capacitiva) é inversamente proporcional à frequência.

Quando há reatância indutiva ou reatância capacitiva também presente no circuito, utiliza-se a lei de Ohm para incluir a impedância total no circuito. O significado de impedância elétrica pode ser entendido, ao aplicá-lo à lei de Ohm.

Portanto, temos que:

I = V/Z

Onde deduzimos que a corrente (I), em amperes, é proporcional à tensão (V), em volts, dividida pela impedância (Z), em ohms. Importante notar que a resistência e/ou os valores de reatância indutiva devem ser alteradas para alterar a impedância do circuito. A magnitude da impedância (Z) atua apenas como resistência, dando a queda na amplitude da tensão através de uma impedância (Z) para uma dada corrente (I).

De uma maneira mais simples impedância é a carga resistiva total de um circuito CA (Corrente alternada), ou seja, quando um determinado componente cria uma resistência e gasta energia em forma de calor, tem se o Efeito Joule, isso chamamos de resistência, e se o componente não gasta energia em forma de calor temos a reatância, então quando estão presentes a resistência e reatância chamamos de impedância.

É chamada impedância característica de uma linha de transmissão para a relação entre a diferença de potencial aplicado e da corrente absorvida pela linha no caso hipotético em que este tem um comprimento infinito. No caso das linhas reais, afirma-se que a sua impedância se mantém inalterada ao serem carregados com itens, geradores e receptores, cuja impedância é igual à impedância característica.

A impedância característica é independente da frequência da tensão aplicada e o comprimento da linha, de modo que a mesma aparece como uma carga resistiva e sem reflexos ocorrer por diferença de impedância, quando ele está ligado a um gerador de impedância igual sua impedância característica.

Do mesmo modo, no outro lado da linha é mostrada como um gerador de impedância interna resistiva e a transferência de energia é máxima quando há uma ligação de um receptor da mesma impedância característica.

FONTE  – > http://www.infoescola.com/eletricidade/impedancia-eletrica/

Comments are closed.