Cálculo de Falhas e Proteção de Sistemas

Falhas consistem em qualquer situação que interrompa o fluxo normal da corrente. A maior parte das falhas em linhas de transmissão são causadas por descargas atmosféricas, o que acontece é que pela alta tensão existente entre um condutor da linha e a torre que é aterrada causa ionização provocando um caminho para a terra, para a carga induzida pela descarga, estabelecendo-se esse caminho a baixa impedância do mesmo faz com que circule corrente da linha para a terra e através da terra para o neutro aterrado de um transformador ou gerador, completando assim o circuito.

O computador hoje é a grande ferramenta para o estudo dessas falhas bem como, mostra-se como uma forma eficiente de evitá-las, outra forma de fazer o cálculo dessas falhas é a análise por componentes simétricos, como veremos bem mais adiante.

Essas faltas são prejudiciais ao sistema. O que ocorre é que a proteção desses sistemas pode ser feita usando disjuntores controlados por relés, assim são especificadas zonas de proteção pelas quais vários relés são utilizados, dessa forma, se essas falhas como, por exemplo, um surto podem ser tão rápidas que após alguns ciclos, se religará automaticamente, entretanto caso a falta seja permanente, é possível isolar as seções do sistema que está em surto.

Comments are closed.