Crescimento dos Sistemas Elétricos de Potência (SEP)

O crescimento dos SEP’s está altamente ligado ao desenvolvimento e ao aperfeiçoamento da transmissão em Corrente Alternada (CA). As primeiras linhas apesar de serem de corrente alternada monofásica eram usadas apenas para iluminação e alguns motores monofásicos. Com o passar do tempo os sistemas de distribuição de corrente alternada trifásica substituiu os sistemas em Corrente Contínua (CC).

Um dos grandes motivos para a aceitação dos sistemas de distribuição em C.A. é o fato de que os transformadores tornam possível a transmissão de energia elétrica em uma tensão mais elevada que a tensão de geração ou consumo assim haveria uma capacidade maior de transmissão.

Em meados de 1917 os sistemas elétricos de potência eram tratados como unidades individuais e expandiam-se individualmente, até que a demanda de grandes quantidades de potência conduziram a uma interligação de sistemas vizinhos, o que hoje é visto com muita naturalidade. Essa interligação de sistemas é vantajosa principalmente porque são necessárias menos máquinas como reserva para operação em picos de carga e também menos máquinas funcionando em vazio para atender cargas repentinas e inesperadas.

De uma forma geral, essa interligação conduziu a novos e graves problemas, como o aumento de corrente circulando em um curto circuito, sendo necessária a instalação de disjuntores de maior capacidade, mas quase todos esses problemas já foram satisfatoriamente resolvidos.

 

Comments are closed.